quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Sexo e gravidez


Uma coisa é fato, uma das funções do sexo é a reprodução.
Apesar da tecnologia, inseminação artificial e fertilização in vitro, o período da gravidez ainda é imprescindível e ai, como fica a sexualidade neste período?
São nove meses de muitas mudanças, tanto físicas quanto hormonais e emocionais, como conseqüência, o desejo sexual de ambos pode flutuar durante esse período.
 A forma de lidar com as mudanças vai depender essencialmente da aceitação da gravidez e da intimidade emocional do casal.
A menos que o médico assistente aconselhe o contrário, o sexo durante a gravidez é seguro, além de manter o casal mais próximo, é também relaxante.
Algumas alterações físicas, como aumento dos seios e arredondamento dos quadris, dá formas mais femininas a mulher e isso pode ser muito estimulante para ambos.
A barriga que cresce, não deve ser razão para negligenciar a sexualidade. Uma boa transa depende sempre de duas pessoas que se desejam e querem sentir e dar prazer, isso independe de estar grávida ou não.
O aumento da barriga, o sono, as modificações em geral, podem solicitar mais criatividade ao casal, o que não significa abrir mão da alegria e da intimidade do sexo.
O casal grávido, deve considerar novas formas de explorar um ao outro, o que pode ser muito excitante e renovador para a  sexualidade de ambos.
Sexo é diversão, em todas as fases da vida!

Nenhum comentário:

Postar um comentário