sábado, 8 de janeiro de 2011

Sexo e a criatividade

Nossas motivações criativas são baseadas em algumas das nossas paixões mais primárias, como alegria, medo, raiva, amor e luxúria.
Se expressam nas letras, na  música, na  moda, fotografia e em todas as formas de arte.
A criatividade convive com o impulso primordial que é a nossa sexualidade.
E se o seu desejo por sexo é fraco, isso significa que você é menos criativo do que outros?
Amor e sexo são bons para a criatividade e vice versa.
Sexo como qualquer ato criativo,  é uma elevação dos sentidos, uma corrida sem noção de tempo, um escurecimento do mundo exterior, um estado alterado de consciência no qual a criação é o inconsciente.
O desejo promove o pensamento criativo e permite que você viva sua sexualidade plenamente.
Sexo bom é aquele que  dissolve a noção do tempo, e toda a consciência de outras partes de sua vida.
Sexualidade feliz é aquela livre do peso do passado ou qualquer ansiedade sobre o futuro.

É como o ato de criar, se você não arrisca nada, arrisca- se mais ainda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário